27 de abril de 2017

Mana, eu estou aqui.

Mana...Não tenha medo, não tenha culpa, você não tem defeito, mana, não desista, não insista em quem não te quer, deixa de lado quem só te faz mal, minha mana, me abraça, eu te protejo de todo o mal que te cerca, não precisa ter medo, pode chorar, eu estou aqui, eu vou te amparar, você nunca mais ficará sozinha, mana, você vai superar tudo isso, a justiça será feita e você será muito feliz viu? Mana, só quero que saiba, que de onde você estiver, eu estou aqui, eu estou te esperando para te dar um abraço bem forte e te dizer que tudo vai ficar bem, deita aqui no meu colo que eu te dou carinho, não precisa ter medo, vai passar, já passou, você é tão linda, não se deixe levar pela maré, nade contra a correnteza e não se deixe afogar, nade, nade e continue a nadar, eu estou aqui para ser seu fôlego, eu estou aqui para ser o seu sopro de uma nova vida, eu estou aqui, eu sempre vou estar, te dando força e te apoiando, você nunca mais vai estar sozinha mana, porque eu existo, e você pode olhar pro lado que vai me enxergar, eu estou em qualquer mulher, eu estou em qualquer amiga, eu sou sua irmã, sua companheira, você não precisa mais estar sozinha, porque agora estou aqui, e nunca mais vou te deixar...


18 de abril de 2017

Moça, você não é obrigada a ser feminista.

Oi gente, tudo bem com vocês? Espero que sim, peço novamente desculpas pela demora do post, eu acabo sempre adiando, mas vamos lá, hoje vou falar de algo que confunde bastante as pessoas, principalmente mulheres, a obrigatoriedade em ser feminista.
A obrigatoriedade em ser feminista não existe e nunca existiu, mas que mulheres que são “contra” o feminismo usam de argumento. Nós feministas não queremos obrigar ninguém a ser feminista, muito pelo contrário moça, você não é obrigada a ser feminista, e o feminismo existe justamente para você não ser mais obrigada a fazer ou ser algo que não queira.  Mas para um pouquinho e pense sobre o feminismo, o que você realmente sabe sobre ele?


Moça, você não é obrigada a ser feminista

12 de abril de 2017

Violência contra a mulher: Relacionamentos abusivos

Oiiii gente, tudo bem? Espero que sim, hoje venho aqui  falar sobre um assunto que tem se tornado bastante recorrente e discutido nas redes sociais na mídia, relacionamentos abusivos, e claramente as maiores vítimas são sempre as mulheres, vamos entender hoje um pouco mais sobre isso e o que podemos fazer para alertarmos as vítimas.
Uma coisa que deve ser entendida é que a vítima não percebe o que está acontecendo, geralmente ignora conselhos e acha que todos estão enlouquecendo, sempre defende seu amado sem pestanejar, seja ele namorado, noivo ou marido, acredita que ele a ama e que suas agressões tanto físicas quando psicológicas são excessos e muitas vezes se culpa por elas. Isso também porque o próprio agressor a faz acreditar que a culpa de suas explosões são as atitudes dela, que o irritam e o fazem perder a cabeça, de tanto ouvir isso, a vítima acaba se convencendo a um ponto em que é extremamente difícil e doloroso para ela entender que a pessoa que julga amá-la lhe faz tanto mal.
Violência contra a mulher: Relacionamentos abusivos

6 de abril de 2017

Sexo Frágil

Olá, tudo bem com vocês? Espero que sim, hoje venho trazer um assunto tanto quanto polêmico, a persistente diminuição da mulher em nossa sociedade, é algo tão imperceptível as vezes, mas MUITO presente e de várias formas, vamos conhecer algumas?
              
 Bom, tudo começa na maneira como insistem em nos tratar, como se fossemos criaturas frágeis, indefesas, incapazes de fazer qualquer coisa sozinha, o que nós mulheres sabemos que não é verdade, pode ser em uma piadinha sem graça, ou em um comentário maldoso, sempre tentam nos diminuir, nos depreciar, nos pintar como criaturas completamente sensíveis e temperamentais, uma coisa é certa, sempre seremos as loucas.
              
 Desde o inicio do mundo a mulher é considerada o sexo frágil, e o homem é visto como um ser superior, alguém que é capaz de qualquer coisa, enquanto a mulher é uma criatura medrosa, amedrontada, sem proteção e completamente indefesa contra os perigos do universo, sempre dependendo do homem.  Sua função? Ah, nada demais, cuidar dos filhos, arrumar a casa, fazer a comida,  lavar umas roupas, deixar os filhos na escola, ir trabalhar, ir buscar os filhos na escola, chegar em casa, dar banho nas crianças, cuidar da casa, fazer o jantar, lavar a louça...Enfim, nada disso chega perto a função do homem, que nada mais é do que o ser que trabalha para dar sustento e conforto a sua família, aquele que na maioria das vezes esta sempre cansado, que chega em casa do trabalho e tem tudo prontinho e ainda assim, muitas vezes, se acha no direito de reclamar de sua esposa, ah, alguns homens, que magníficos, metade nem aguentaria o que uma  mulher faz todos os dias mas ainda são seres capazes de chamarem seus amigos de “mulherzinhas”, “mocinhas” e “donzelas” quando querem diminui-los ou fazer piadas sobre alguma atitude ou característica deles, querendo assim dizer o quanto mulheres são frágeis, o quanto são seres indefesos e que precisam de proteção 24 horas por dia, se não são animaizinhos amedrontados.
SEXO FRÁGIL

2 de abril de 2017

Arquivos corrompidos no celular: Perdi tudo

Olá, tudo bem com vocês?? Primeiramente quero pedir desculpas pela minha ausência, aconteceram alguns imprevistos que atrasaram o post novo, enfim, vamos começar, o post de hoje será sobre um problema que tive no meu celular e que vou relatar aqui para que não aconteça com vocês também, espero que seja útil para que não tenham a dor de cabeça que eu tive.

Lembram que contei sobre o problema que tive no meu celular por conta de um antivírus? (Se não faz ideia do que estou  falando, clique AQUI). Pois é, depois de alguns meses, meu celular apresentou os mesmos problemas daquela época, só que agora sem eu ter o clean master, ou seja, a causa do problema era outra, demorei algum tempo para descobrir o que era, até que percebi  que tudo começou quando movi todos os dados do meu celular para o cartão SD, que acabou por corromper meus arquivos, perdi tudo que tinha nele, fotos, vídeos e músicas, TUDINHO.
O que ocorreu é que o cartão SD que eu utilizava era muito lento para rodar tudo o que havia no meu celular, causando falha na câmera, apagando novos contatos e impedindo qualquer tipo de download de imagens ou vídeos,  ou seja, o mesmo problema de antes. Para impedir que isso ocorra, basta deixar o cartão SD como memória externa, ou seja, um dispositivo no seu celular para que você possa passar ALGUNS arquivos no celular, não todos, passando alguns arquivos você “desafoga” um pouco a memória  do celular, que passa a rodar melhor, o meu grande erro foi ter passado TODOS os arquivos para o SD, ou seja, a função que era para ser do celular, passou a ser do cartão SD, que sobrecarregou  sua memória e acabou corrompendo os arquivos, ou seja, tornou eles inacessíveis (pelo menos ate o presente momento não encontrei  nenhuma solução para o problema, se alguém souber pode colocar aqui nos comentários).