21 de julho de 2017

Chester Bennignton e a falta de empatia

  Oi gente, tudo bem? Bom, o tema ao qual vim tratar hoje é meio delicado, vim falar sobre o suicídio de Chester Bennignton e as reações negativas das pessoas em relação a isso, tratando o transtorno depressivo como fraqueza ou frescura. Pra quem não sabe, Chester foi encontrado morto em seu apartamento próximo a Los Angeles ontem dia 20 de julho. Vocalista da banda Linkin Park, Chester tinha 41 anos e deixou esposa e seis filhos. Agora vem a pergunta, o que o levou a fazer isso? Ele foi um covarde? Não!
  Chester vivia lutando contra o uso de drogas e álcool, e em uma entrevista  do ano passado ele relatou que sofreu abusos sexuais de homens mais velhos, os abusos ocorreram entre os 7 e 13 anos de idade, inclusive disse nessa mesma entrevista que já tinha pensado em suicídio várias vezes, ou seja, era uma pessoa cheia de traumas. Apesar da dor e sofrimento ele inspirou jovens, muitas vezes os salvou do suicídio e da depressão, suas letras marcaram gerações, ele com certeza deixou seu legado, e sempre será lembrado, não como um covarde, mas sim como um cara que, infelizmente, não aguentou mais ser forte.
Chester Bennignton e a falta de empatia

  A mensagem que eu quero trazer aqui é a seguinte, quero que vocês entendam que depressão não é frescura, é um transtorno psicológico, uma doença, que como qualquer outra precisa de tratamento. Pessoas que sofrem de depressão e tem pensamentos suicidas não merecem julgamentos, não merecem ser chamadas de covardes, elas não são covardes, elas tem um problema psicológico ao qual não tem nenhum controle, não é questão de força de vontade, é uma doença que vai te desgraçando aos poucos e que só tem cura com muita terapia e as vezes até uso de medicações controladas.
  Descobri a pouco que Chester cometeu suicídio, tinha apenas lido a notícia por cima de sua morte, ao ler os comentários entrei em choque com a falta de empatia, pessoas o chamando de covarde e de fraco, entre outras coisas, é difícil ler tudo isso e não sentir uma dor no coração, vocês acham que é tão simples assim cometer suicídio? 
(fonte na imagem)
Chester Bennignton e a falta de empatia

  Para quem não sofre com nenhum tipo de transtorno é fácil julgar, suicídio é o ato mais desesperado que um ser humano pode tomar sobre sua vida, uma atitude que demonstra sua completa falta de controle e sanidade mental, pensem vocês, pensem em suas vidas, seus pais, companheiros, amigos, vocês gostariam de simplesmente não viver mais?  Se a resposta é sim procure ajuda, o normal do ser humano é ter medo da morte e não a buscar como solução, por isso se chama depressão, e por isso o suicídio é uma medida tão desesperada.
 Chester era pai, era esposo, era um ídolo para milhões de jovens e simplesmente desistiu de continuar vivendo, chegou a um ponto em que a dor era tão grande que ele não a suportou mais, eu não o julgo e ninguém deveria, ninguém está na pele do outro para saber o que se passa, Chester não foi fraco, pessoas que cometem suicídio não são fracas, elas simplesmente sucumbiram a uma doença que as levou a este ato desesperado, pessoas com tendências suicidas precisam de ajuda e não de julgamentos, ao apontar o dedo ou dizer a uma pessoa com pensamentos suicidas que ela está sendo ingrata, você só a vai fazer se sentir pior e aumentar ainda mais seu anseio de morte, de matar a dor.
  A falta de empatia das pessoas é tão grande que não conseguem respeitar a dor de uma legião de fãs, a dor de uma família, falam sem pensar e acabam machucando ainda mais pessoas as quais já estão sofrendo o bastante, o chamando de fraco, covarde, idiota e tudo mais, o que você estará acrescentando? Ele já está morto, o fato é esse, não tem volta, então o mínimo que se espera de um ser humano é a empatia, é a comoção por uma vida que foi perdida pela depressão, pelos malditos traumas. Chester era um bom homem, não teve culpa do que passou e não foi fraco, fracas são essas pessoas que se escondem atrás de perfis em redes sociais para ofender e machucar quem já estão sofrendo, isso só me mostra cada vez mais que o ser humano tem uma tremenda falta de amor ao próximo e um prazer sub-humano em julgar a dor que não conhece.
Segue abaixo um print de uma personalidade da mídia que chamou Chester de egoísta e fraco, os exemplos de pessoas que citei acima:






  Se você conhece alguém que precisa de ajuda, ajude-a, não faça julgamentos, não seja ruim, não diga que a dor dela é menor ou desimportante, toda dor é dor, não julgue o sofrimento dela porque não sente a mesma pessoa, cada ser é um ser, e todos sentem iguais, talvez por motivos e sensações diferentes, mas todos sentem e todos sofrem. 
  Procure ajuda, busque apoio, existem vários tipos de mecanismos de auxílio e prevenção ao suicídio.
  Segue abaixo os números que você pode ligar para prevenção ao suicídio:
141
0800 273 8255
0800 290 0024

"Lembre-se, uma palavra pode salvar uma vida, assim como pode também tirá-la"

  Espero que tenham gostado do post de hoje e que possam aprender a ser mais empáticos com quem está passando por uma situação difícil, pois lembrem-se, hoje pode ser ela, amanhã pode ser você! Não deixem de compartilhar o post, comentar aqui embaixo o que acharam e me seguir aqui no blog, no botão ao lado direito, mais para cima.
  E ao Chester meu muito obrigado, obrigado por ter inspirado e salvado milhões de jovens, pena que não tenha conseguido salvar a si próprio, espero que encontre enfim a paz que tanto buscava, valeu, por tudo 💓

11 de julho de 2017

O feminismo e a mudança de comportamento

  Oi gente, tudo bem? Hoje vim aqui falar sobre mudança de comportamentosobre celebridades que antes tinham pensamentos machistas e tratavam mulheres como rivais e agora nos enchem de orgulho com muitos lacres em respostas contra comentários maldosos e misóginos e nos enchem de amor com tanta sororidade, o que me inspirou a isso foi a mudança de comportamento evidente da cantora Anitta e da mudança na letra "Beijinho no ombro" da Valesca Popozuda e é sobre elas que vou falar nesse post, mas e vocês? Acreditam nessa mudança? Eu acredito sim, e isso só nos mostra que a nossa sociedade está evoluindo, que pensamentos misóginos estão sendo deixados para trás, dando lugar a muito empoderamento e sororidade 
  Quem não lembra do fora que a Anitta levou da Pitty no Altas horas? Isso aconteceu em 2014, no programa em questão havia um debate sobre feminilidade e liberdade sexual, Anitta demonstrou uma postura bem machista, dizendo que as mulheres tinham que se dar o respeito, que uma faz e os homens vão achar que todas as outras vão fazer, o que está completamente errado, exatamente como Pitty exclamou "Está errado, o homem não tem que achar nada, quem tem que fazer o que você quer é você!", lembro bem que nessa época não tinha descoberto o feminismo ainda, mas concordei veemente com o posicionamento da Pitty e fui totalmente contra a postura de Anitta, que demonstrou ter uma ideia bem errada das mulheres, chegando até a dizer que já conquistamos muita coisa e que queremos tomar o lugar dos homens, não né gente?  
O feminismo e a mudança de comportamento (créditos na imagem)

  Enfim, nos dias atuais é bem perceptível a mudança de comportamento de Anitta em relação a liberdade da mulher e o feminismo, em uma recente entrevista, a cantora contou que sofre muito preconceito por mulheres mesmo, apenas por dançar e rebolar em suas músicas e demonstrou não se importar com isso, dizendo que não existe uma forma certa de ser mulher e sim uma forma certa de ser humano, em outro momento, em um show, ela conta que em uma conversa com um homem com quem ela tinha uma relação aberta, ele disse que se ficasse com ela de verdade faria ela se uma mulher de verdade, sem ficar rebolando para todo mundo, Anitta (assim como nós) achou ridículo o que ele disse e respondeu que preferia ser sozinha do que ser subordinada, lacre né gente? A cantora ainda afirma "sou feminista a partir do momento em que você sabe que feminismo é você querer direitos iguais", demais né? Fora outras respostas que Anitta dá em seu Instagram e em suas demais redes sociais, volta e meia ela mostra que mudou bastante o pensamento que tinha sobre as mulheres a anos atrás e começou a seguir o movimento feminista, cada vez mais empoderada, Anitta é uma grande influência para que mais mulheres se empoderem, exijam respeito e não baixem a cabeça para homem nenhum, depois de toda essa análise só posso dizer VALEU ANITTA!
Abaixo uma amostra dos pisões que a Anitta dá em suas redes sociais, ARRASO COLEGA
O feminismo e a mudança de comportamento

  Outra cantora da música brasileira tem se mostrado bastante empoderada também, na verdade sempre foi né? Valesca Popozuda, a cantora sempre se mostrou bem auto suficiente em sua vida, demonstrando que nunca precisou de homem nenhum para alcançar o sucesso que chegou, mas tem um problema, apesar de pensamentos empoderadores, as letras de Valesca são recheadas de rivalidade, tratando como se umas as outras fóssemos inimigas, o que não somos né? Vou confessar, não sou muito atenta a Valesca, não acompanho suas redes sociais nem nada, mas uma atitude dela me chamou a atenção, ela fez uma "versão alternativa" para beijinho no ombro, uma das músicas mais famosas da cantora, com trechos falando sobre inveja e rivalidade entre as mulheres, para uma versão montada de sororidade e amizade, particularmente, eu preferi mil vezes a nova versão, sendo por marketing ou não, isso influência e mostra que os tempos são outros, e que não somos inimigas, somos irmãs de luta, que precisamos umas das outras, enfim, ARRASOU VALESCA! 

  Analisando a mudança de comportamento das duas artistas podemos perceber o quão o feminismo vem mudando a cabeça das pessoas e até das grandes celebridades, todos precisamos dele, todas as conquistas e méritos foram através dele, não somos inimigas, somos irmãs, mais sororidade e empatia com suas próximas, e assim teremos um mundo mais cheio de igualdade e empoderamento no futuro. 
  Esse foi o post de hoje gente, espero que tenham gostado dessa breve análise que fiz, não deixem de colocar aqui nos comentários o que acharam da postagem e compartilhá-la para que mais pessoas vejam, beijos e até o próximo post!

Para quem quiser ouvir a nova versão de "Beijinho no ombro" de Valesca Popozuda em parceria com a Seda só clicar abaixo, vamos espalhar sororidade por ai manas <3

29 de junho de 2017

O peso de ser mulher desde cedo

 Oiiiii, tudo bem com vocês? Espero que sim! Hoje vim aqui falar sobre o peso de ser mulher desde cedo. Desde criança, aqueles brinquedos super legais que nos davam pra gente aprender a cozinhar, passar e lavar, ah, e também aquela mania das pessoas quererem te arrumar namorado quando você tem apenas 13 anos, ou talvez 15, e para falar sobre isso vou usar um exemplo bem recente e que justamente me inspirou a falar sobre isso, Maisa Silva.
 Para quem está por fora, foi ao ar no Programa do Silvio Santos uma verdadeira atrocidade, Maisa estava jogando com Dudu Camargo, quando Silvio começou a fazer insinuações de que Maisa deveria dar uma chance ao rapaz, que ele era bonito, talentoso, etc, etc..O fato é, ela não queria nada disso, ela só queria jogar, como ela mesmo disse, ela não foi lá para arrumar namorado, mesmo após as negativas da menina Silvio continuou insistindo até que o Dudu Camargo (vulgo imbecil) começou a fazer brincadeiras que começaram a deixar Maisa sem graça e sem paciência, tentando a puxar para dançar ou dançando atrás dela e isso tudo com Silvio Santos incentivando e rindo e ela negando, saindo de perto, visivelmente incomodada, o que não pareceu inibir as risadas dos envolvidos, esse caso virou notícia no Brasil inteiro e dividiu opiniões.
O peso de ser mulher desde cedo

16 de junho de 2017

Amor próprio

Olá minha gente linda do blog, sei que ando a muito tempo sumida e não tenho desculpas para isso, mas vamos ao post novo. Hoje vim aqui falar sobre algo essencial na vida de toda mulher, o amor próprio, algo tão simples mas tão difícil de se conquistar, é extremamente complicado você se colocar a frente de tudo e todos e se tornar sua prioridade, mas não é impossível viu? É um exercício diário que depende de muita motivação e força de vontade de si própria, ninguém vai te amar por você, amor próprio é tudo!
Amor próprio nada mais é do que o amor imenso que você sente por si mesma, aquela vontade de abraçar o espelho, aquela vontade de sair por aí, correndo, levemente, gritando para todo mundo ouvir o quão você é fod* , o quanto você é importante, não interessa o quanto te diminuam e te denigram, o quanto você ouça  que não vai conseguir, a sua opinião sempre será mais importante e relevante do que a dos outros.
Amor próprio

1 de junho de 2017

Cultura do estupro

Oi gente, tudo bem com vocês? Hoje vim aqui falar sobre a cultura do estupro. Muitas pessoas não conhecem como esse nome e nem sabem que tem uma denominação, mas tem sim, e é bem grave, é algo que provavelmente você já fez alguma vez, culpabilizar uma mulher que foi vítima de estupro por conta de sua vestimenta, postura ou atitudes, é necessário urgente aprender que a vítima nunca é a culpada, e sim o agressor, ninguém pede para ser estuprada ou abusada, isso é uma violência gravíssima e as vítimas dessa monstruosidade precisam de apoio e não de julgamentos.

Cultura do estupro