16 de junho de 2017

Amor próprio

Olá minha gente linda do blog, sei que ando a muito tempo sumida e não tenho desculpas para isso, mas vamos ao post novo. Hoje vim aqui falar sobre algo essencial na vida de toda mulher, o amor próprio, algo tão simples mas tão difícil de se conquistar, é extremamente complicado você se colocar a frente de tudo e todos e se tornar sua prioridade, mas não é impossível viu? É um exercício diário que depende de muita motivação e força de vontade de si própria, ninguém vai te amar por você, amor próprio é tudo!
Amor próprio nada mais é do que o amor imenso que você sente por si mesma, aquela vontade de abraçar o espelho, aquela vontade de sair por aí, correndo, levemente, gritando para todo mundo ouvir o quão você é fod* , o quanto você é importante, não interessa o quanto te diminuam e te denigram, o quanto você ouça  que não vai conseguir, a sua opinião sempre será mais importante e relevante do que a dos outros.
Amor próprio

1 de junho de 2017

Cultura do estupro

Oi gente, tudo bem com vocês? Hoje vim aqui falar sobre a cultura do estupro. Muitas pessoas não conhecem como esse nome e nem sabem que tem uma denominação, mas tem sim, e é bem grave, é algo que provavelmente você já fez alguma vez, culpabilizar uma mulher que foi vítima de estupro por conta de sua vestimenta, postura ou atitudes, é necessário urgente aprender que a vítima nunca é a culpada, e sim o agressor, ninguém pede para ser estuprada ou abusada, isso é uma violência gravíssima e as vítimas dessa monstruosidade precisam de apoio e não de julgamentos.

Cultura do estupro

23 de maio de 2017

Rede Globo e a banalização da violência contra a mulher

   Oi gente, tudo bem com vocês? Hoje venho aqui falar sobre um assunto que precisa ser tratado com mais seriedade, principalmente pela rede globo, a violência contra a mulher, para quem não sabe duas novelas da emissora vão relatar falsas denúncias de violência doméstica, o que é no mínimo estranho, já que a mesma teve casos comprovados de violência/abuso, inclusive de um ator, que foi afastado, mediante a tudo isso, porque relatar falsas denúncias? Afinal globo, porque você é contra todas nós mulheres?
   Para quem não está entendendo nada sobre o que falei, vou explicar melhor, há pouco tempo saiu em grandes veículos da mídia que duas personagens de duas novelas que estão ao ar na emissora vão forjar evidências para fazer falsas denúncias contra seus ex-companheiros, o primeiro caso vai ser em Rock Story, onde a personagem Mariane, vivida por Ana Cecilia Costa, vai forjar uma agressão por parte de Gui, personagem de Vladmir Brichta, o outro caso ocorrerá em A Força do Querer, onde Cibele, personagem de Bruna Linzmeyer, vai fazer o mesmo com Ruy, personagem vivido por Fiuk.

12 de maio de 2017

Romantização de relacionamentos abusivos

     Olá, tudo bem com vocês? Depois de muito tempo sem postar, hoje resolvi tratar de um tema delicado e necessário, a romantização de relacionamentos abusivos, algo que é muito comum, principalmente através da mídia sensacionalista, que, como vocês vão ver nos exemplos que vou citar logo mais, acaba tratando assuntos de violência contra a mulher e feminicídio como atos desesperados de homens apaixonados por suas parceiras e não como um ato de violência, que é como deveria ser tratado. Isso acaba influenciando as mulheres a concordarem com as abordagens de seus parceiros por acharem que se trata de algo natural, já que é tão naturalizado por todo mundo como um ato de amor..

Romantização de relacionamentos abusivos

3 de maio de 2017

Sentir é quase morrer


Neste momento, eu escrevo para não me afogar, eu escrevo para não me afogar em minhas próprias angústias e medos, eu escrevo porque tenho medo de me encolher tanto que não me sobre dedos, eu escrevo porque não existiria mais agora se não pudesse escrever.
Eu me sinto presa a algum momento ruim, algo que não me larga de jeito nenhum, isso parece respingar nas pessoas que eu amo e isso me destrói por dentro, eu só queria erguer a cabeça, erguer meus braços, erguer todo meu corpo e dizer que tudo esta bem, que é só uma fase, mas eu não consigo, eu estou fraca demais para continuar agora e nada me resta a não ser o barulho que as teclas do meu computador fazem, elas me salvam, elas me fazem respirar de novo, depois de um tempo sem vida, eu resolvi retornar, eu resolvi tentar respirar novamente, eu resolvi abrir meus olhos e cansar meus dedos, eu resolvi escrever.
Sentir é quase morrer